sexta-feira, 28 de março de 2014

Sentimentalismo Exagerado


Olá galera, paz de Cristo.
Hoje vim compartilhar com vocês um trecho do livro que estou lendo.
De novo resolvi me dedicar a leitura do livro "Eu disse adeus ao namoro" - Joshua Harris, é um livro inspirador principalmente pra quem busca uma nova atitude em relação ao romance.
Pelos próximos dias estarei postando trechos desse livros pra desafiar você querido leitor (a) a mudar sua forma de ver o romance e partir para a cura de suas emoções, então bora mergulhar no trecho de hoje!!!

Sentimentalismo exagerado
"Aprendam a amar apropriadamente. Você precisa usar a cabeça e testar os seus sentimentos para que o seu amor seja sincero e inteligente, não um sentimentalismo exagerado."
Filipenses 1:9-10
Você já cometeu o erro do "sentimentalismo exagerado", permitindo que as suas emoções ditassem o curso de seu namoro? Muitas pessoas fazem isso. Ao invés de agirem baseados naquilo que sabem que é certo, os casais deixam que os seus sentimentos os conduzam. 
Eu mesmo já tive a minha parcela de sentimentalismo exagerado. Enquanto estava namorando, tomei várias decisões baseadas na superficialidade e ignorância. Eu podia dizer para uma garota "eu te amo" com muita facilidade, fingindo uma afeição abnegada, mas na verdade, o egoísmo e a falta de sinceridade eram as minhas motivações. Eu estava primordialmente interessado naquilo que poderia ganhar, como a popularidade que uma namorada poderia me dar ou o conforto e prazer que eu teria fisicamente ou emocionalmente em um relacionamento. Eu não praticava o amor inteligente. Eu vivi o "amor estúpido" escolhendo o que me fazia sentir bem ao invés do que era bom aos outros e agradava a Deus.
Para verdadeiramente amar alguém com o amor inteligente, nós precisamos usar a nossa mente assim com o coração. Como Paulo o descreve, o amor é abundante em conhecimento e discernimento. "Conhecer" algo é compreender ou conseguir entender com nitidez e certeza. "Discernimento" é um entendimento da verdeira natureza de algo, a habilidade de enxergar a motivação por trás dos pensamentos e ações.
Com esta definição em mente, deixe-me fazer-lhe algumas perguntas. Será que o amor é a motivação de um rapaz que dorme com uma garota quando ele sabe que isso irá marcá-la emocionalmente e estragar o relacionamento dela com Deus? Será que é a sinceridade que leva uma garota a estar com um rapaz e depois terminar com ele quando acha alguém melhor? Não! Ambos os casos demonstram motivações egoístas. Eles precisam "ficar espertos" e se darem conta de como as suas ações afetam os outros.
Nos últimos anos, eu me esforço para permitir que o amor sincero e inteligente me guie, e ao fazer isso, tenho chegado a algumas conclusões bem intensas para minha vida. Eu compreendi que eu não tenho o direito de pedir o coração e a afeição de uma garota se eu não estiver pronto para um compromisso por toda a vida. Até que possa fazê-lo, eu apenas estaria usando aquela mulher para atender às minhas necessidades imediatas e não procurando abençoá-la a longo prazo. Será que eu gostaria de ter uma namorada neste momento? É óbvio! Mas com o que tenho aprendido ao buscar a vontade de Deus para minha vida, eu sei que um namoro agora não seria o melhor para mim nem para a garota com quem eu iria namorar. Desta forma, ao evitar um romance antes que Deus me diga que estou pronto para tal, eu posso ser mais útil para as garotas como um amigo, e permaneço livre para manter o foco no Senhor.

Muito boa essa reflexão né galera, que possamos aprender a praticar o amor inteligente.
Esse livro foi escrito quando o Joshua ainda era solteiro, hoje ele é muito bem casado e pais de 3 lindas crianças, então vale a pena levar a sério as considerações que ele faz e principalmente, render suas emoções a Deus.
Logo logo estarei postando mais trechos sobre esse livro que foi e tem sido desafiador e transformador pra mim.
E não deixe de dar uma passadinha na página do PP no face (https://www.facebook.com/PrincesaDaPureza)

BjoO gente

Shalom Yeshua

Carta de Deus aos Solteiros