sexta-feira, 4 de abril de 2014

Puro e Irrepreensível

 

 Paz galera, seguindo a linha de postagens de trechos do livro "Eu disse adeus ao namoro - Joshua Harris" hoje o assunto tem muito a cara do blog.
 Uma das razões do Princesa da Pureza se chamar assim é justamente porque meu desejo é que nós possamos aprender a apreciar a pureza e buscá-la para um estilo de vida diferente do mundo. Esse capítulo de hoje trata bem como os padrões do mundo e de muitos cristãos está bem abaixo dos padrões de Deus, então leia, medite e espero que essa leitura seja inspiradora pra você...
 Deixo vocês agora com o Joshua.

 Puro e Irrepreensível
 A vantagem final de se buscar o amor inteligente é a pureza e a irrepreensibilidade diante de Deus. Esta pureza vai além da pureza sexual. Mesmo que a pureza física seja muito importante, Deus também quer que busquemos a pureza e a irrepreensibilidade na nossa motivação, na nossa mente e nas nossas emoções.
 Isso significa que nunca cometeremos erros? É claro que não! Nós só podemos nos colocar diante de Deus por causa da Sua graça e do sacrifício do Seu Filho Jesus. Mas mesmo assim, esta graça não nos dá permissão para sermos relapsos na nossa busca de retidão. Ao invés disso, ela deve nos incitar a desejar ainda mais a pureza e a irrepreensibilidade.
 Ben começou a namorar a Alyssa no seu último ano de faculdade. Durante um bom tempo, ele tinha planejado se casar no verão após a formatura. Como ele e Alyssa estavam profundamente atraídos um pelo outro, ele pensou que ela era "a escolhida."
 Em uma carta, Ben me contou como crescera com padrões de namoro muito elevados. Alyssa era uma outra estória. Enquanto Ben nunca tinha nem beijado uma garota, para ela o beijo era praticamente um esporte. Infelizmente, os valores de Alyssa saíram vitoriosos. "Quando ela me olhou com aqueles grandes olhos castanhos como se eu estivesse privando-a de algo, eu pulei de ponta." - escreveu Ben. O relacionamento deles passou a ser basicamente físico. Eles mantiveram a virgindade, mas apenas no aspecto técnico do termo.
 Alguns meses mais tarde, Alyssa começou a ter aulas de química com um cara cristão que o Ben não conhecia. "Isto foi um erro" - Ben escreveu irado - "eles estavam estudando química, mas era a química do corpo!" Alyssa terminou com o Ben e no dia seguinte estava nos braços do seu novo namorado.
 "Fiquei arrasado" - disse Ben - "eu havia quebrado meus próprios padrões, e mais importante, os padrões de Deus, e acabou não sendo a mulher com quem eu iria me casar." Por alguns meses Ben lutou com o sentimento de culpa, mas finalmente colocou a questão aos pés da cruz e seguiu em frente, determinado a não cometer o mesmo erro novamente. Mas, e a Alyssa? Sim, Deus pode perdoá-la também. Mas eu me pergunto se ela ao menos entendeu que precisa de perdão. Quando ela passa pelo Ben nos corredores da escola ou o vê na lanchonete, o que será que passa em sua mente? Será que ela enxerga que foi co-responsável no comprometimento da pureza dele? Será que ela se importa?
 Acredito que chegou a hora dos cristãos, homens e mulheres, reconhecerem a confusão que deixamos no rastro de nossa busca egoísta por relacionamentos de curto prazo. O namoro pode parecer um jogo inocente, mas como eu o vejo, estamos pecando um contra o outro. Que desculpas poderemos apresentar quando Deus nos pedir contas pelas nossas ações e atitudes nos relacionamentos? Se Deus vê um pardal caindo (Mateus 10:29), você acha que haveria alguma possibilidade dEle ignorar os corações quebrados e emoções feridas que causamos nos relacionamentos baseados em egoísmo?
 Todos ao nosso redor podem estar participando do jogo do namoro, mas no final da nossa vida não teremos de responder a todo mundo, nós responderemos a Deus. Ninguém no meu grupo de jovens sabia como eu comprometia os meus valores nos meus relacionamentos. Eu era um líder e era considerado um bom rapaz. Mas Cristo diz: "Não há nada escondido que não venha a ser descoberto, ou oculto que não venha a ser conhecido." (Lucas 12:2)
 Os nossos relacionamentos não passarão desapercebidos de Deus. Mas aqui está a boa notícia: O Deus que vê todos os nossos pecados está também pronto para perdoar todos os nossos pecados se nos arrependermos e nos afastarmos deles. Ele chama isso de uma nova vida. Eu sei que Deus perdoou os pecados que cometi contra Ele e contra as namoradas que eu tive. Também sei que Ele quer que eu gaste o resto da minha vida vivendo um estilo de vida com o amor inteligente. A graça que Ele demonstrou me motiva a fazer com que a pureza e a irrepreensibilidade sejam a minha prioridade diante do nosso onisciente Deus, que a tudo vê.

 É isso aí galera, que possamos viver esse estilo de vida tendo como foco principal o de louvar a Deus.
 Espero que o post de hoje tenha falado ao seu coração e até o próximo post.
 E não deixem de comentar ok, amo os comentários de vocês.
 BjoO
 Shalom Yeshua

3 comentários:

  1. Seu blog é encantador, estive a ver e ler algumas coisas, não li muito, porque espero voltar mais algumas vezes,mas deu para ver a sua dedicação e sempre a prendemos ao ler blogs como o seu. Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante, e se desejar deixe um comentário. Abraço fraterno.António.
    António.

    ResponderExcluir
  2. muito edificante, me ajudou muito. Deus abençoe este blog e sua vida!

    ResponderExcluir
  3. amei . me edificou muito. Deus abençoe este blog e sua vida! Amem!

    ResponderExcluir

Olá Princesa...
Obrigado pelo comentário que Deus continue te abençoando!

Palavrões e xingamentos não serão publicados no blog...

P.S: responderei aos comentários aqui no Princesa da Pureza ok...
bjoO
Shalom Yeshua...

Carta de Deus aos Solteiros