segunda-feira, 27 de agosto de 2012

GRAÇA


Paz de Cristo princesas...
Hoje quero compartilhar com vocês um texto maravilhoso que um grande amigo meu Wellington escreveu!!!
Espero que vocês gostem...
Deixo vocês com o Well agora!!!
Bom, tenho me preocupado muito para onde estamos levando a cruz, Jesus nos disse: "Negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me", mas será que temos de fato seguido a Cristo ou estamos simplesmente carregando uma cruz por carregar?!
 Estava participando de uma vigília, oração, cânticos, palavras...
Em minha oração clamava a Deus pela manifestação do Espirito dEle para trazer a verdade do evangelho aos nossos corações, pois é uma verdade que liberta de todo o pecado, e o principal, é uma verdade que nos liberta de nós mesmos. Isso mesmo, nos liberta de nós mesmos.
Ao meditar na cruz, no sacrifício do Cordeiro em meu favor, mesmo sem merecer, o Filho de Deus que veio ao mundo para nos ensinar o evangelho e se entregar para que Deus reconciliasse o mundo com Ele mesmo, eu cheguei até ele, Apóstolo Paulo, no seguinte texto:
"Para impedir que eu me exaltasse por causa da grandeza dessas revelações, foi-me dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás, para me atormentar.
Três vezes roguei ao Senhor que o tirasse de mim.
Mas ele me disse: "Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza". Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim."
2 Coríntios 12:7-9
 Sabem o que aconteceu com Paulo nesse momento ? Ele compreendeu que a graça de Deus, o sacrifício do Cordeiro em favor da vida dele era o suficiente para que ele vivesse. Ele entendeu que Deus já havia feito mais do que ele merecia.  Esse espinho devia doer demais para ele, mas era onde ele reconhecia duas coisas primordiais para a vida de um cristão que busca o verdadeiro evangelho.
1º A necessidade de dependência total de Deus
2º O sacrifício do Cordeiro basta para que eu viva
 Eu preciso e dependo totalmente de Deus, e quando digo dependência, é depender de fato em todos os momentos. Mas vemos hoje que essa dependência foi substituída pelo "Eu quero isso".
Amados, em nenhum momento Jesus diz que a promessa de Deus para nossas vidas é de que teríamos dinheiro, fama, casas, carros e tantas outras coisas, muito pelo contrário, em uma de suas caminhadas Ele diz a um jovem rico: "Vá, vende tudo o que tens, reparta aos pobres, e vem, tome a sua cruz e segue-me", em outro momento Ele diz: Não junteis tesouros na terra, onde o ferrugem e a traça o corroem". Podemos sim ter carros, casas e tantas outras coisas, mas tenha consciência de que esse não é o objetivo de Deus para nós, se tivermos, será pelo nosso esforço, assim como Deus mencionou durante a criação em Genesis: "No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás."(Gênesis 3:19).
Não podemos nos esquecer que fomos criados para louvor e glória de Deus, e tudo quanto tivermos ou sonharmos, deve ser voltado para Ele, Ele diz para não nos preocuparmos com o dia de amanhã, pois Ele jamais deixará de cuidar de nós (Mateus 6:34), então, por este motivo não me vejo no direito de pedir algo a Deus para meus caprichos, eu dependo dEle, e Ele sabe o que preciso, basta o mal de hoje para a minha vida, o amanhã pertence a Ele.
O segundo ponto é o que considero mais sensacional, mais incrível, preste atenção nisso que Deus disse a Paulo: "A minha graça te basta..."
Como se deu a graça de Deus sobre as nossas vidas?! Através do sacrifício do Filho dEle em uma cruz, foi torturado para pagar o preço do meu e do seu pecado, isso não basta para você ?!
Era isso que Deus quis dizer a Paulo, em outras palavras: "Oh filhão, olha tudo que já fiz por você, e você ainda me pede mais e mais coisas ???"
Quando lembro deste sacrifício, não me sinto no direito de pedir nada para mim, para os meus caprichos, me contento com o que tenho, pois sei que tudo o que tenho já é mais do que mereço, e se tenho é puramente pela graça e misericórdia dEle.
O evangelho que tem dominado igrejas e mais igrejas, palavras e mais palavras, vidas e mais vidas, é o evangelho mercadológico, um evangelho onde usam o texto de Malaquias 3:10 para comprarmos a Deus com dízimos e ofertas, Deus não é um Deus que pode ser comprado, Ele nos permite conquistar nossos objetivos pela graça e misericórdia dEle, e não por que damos ou deixamos de dar os dízimos.
A você que vê o evangelho como um meio de barganhar com Deus, está errado!
O evangelho, é um evangelho de amor, onde nos orientamos e caminhamos juntos para a única promessa que Jesus nos deixou: A Salvação!
Compreendam a cruz e entendam que o evangelho vai muito além de promessas de riquezas ou milagres de curas!

Fiquem na Paz de Cristo
Wellington C. Tortolero
Espero que Deus tenha falado com vocês assim como Ele falou comigo através do texto, não deixem de comentar ok.
Bjão Princess...
Shalom Yeshua!!!!

Carta de Deus aos Solteiros