domingo, 22 de maio de 2011

Os três tipos de amor...


Olá Princesas do Senhor a paz de Cristo...


Vim hoje falar do amor, mas dos tipos de amor que existem na bíblia e o motivo pelo qual quero falar sobre assunto é que tenho reparado em como as pessoas hoje em dia tem banalizado o amor...


Então sem mais delongas vamos falar dos três tipos de amor.



Amor Filéo



O amor filéo é um sentimento profundo e de irmandade pelas pessoas que nos são queridas... nossos pais, ou amigos íntimos; é o tipo de amor que tem um interesse especial em ver o sucesso e o bem do outro. É um tipo de amor que se alegra com o laço de amizade entre duas pessoas. O amor filéo só pode ser alcançado depois que duas pessoas se conheçam muito bem.



Amor Eros


O amor eros é o amor romântico, emocional e sensual compartilhado entre um homem e uma mulher. É aquele tipo de amor que transforma até mesmo o cara mais durão e mais confiante em um bobalhão. O amor Eros é aquele sentimento de vibração que você tem quando dá a mão à pessoa que o atrai, ou o sentimento "viajante" de sonhar acordado quando pensa em alguém que não pode esperar para encontrar.
O amor eros pode ser considerado como a paixão, quando surge na nossa vida entra pra avassalar tudo, por isso precisamos tomar cuidado, uma hora o amor eros acaba e nessas horas deve-se haver um amor ainda mais forte, vamos falar dele agora...

Amor Ágape

O amor ágape é um amor baseado no compromisso e não no sentimento; um amor que se sacrifica pelo benefício do próximo; o mesmo amor que Cristo teve por nós quando morreu na cruz em nosso lugar. 
O amor ágape é incondicional, ou seja, que não há restrições, não esta sujeito a condições, é um estado absoluto, total, pleno, ilimitado.
É esse tipo de amor que devemos pedir a Deus pra que pratiquemos em todos os tipos de relacionamentos que temos.

Agora me digam meninas, qual é o tipo de amor que muitos casais possuem quando se casam?
Tá bem na cara né...

Muitos se casam com o amor Eros simplesmente e depois que amor acaba se separam pois não se uniram em um amor baseado no compromisso e sim num amor instável...
Quero deixar bem claro que amor Eros não é ruim ok, é necessário ter o amor Eros na nossa vida pois é a partir dele que sentimos interesse pelo sexo oposto, só que não podemos ficar só nos Eros, temos que desenvolver o amor ágape...

Quando ftivermos um relacionamento amoroso com alguém, devemos ter a certeza de que o amor que sentimos é o amor ágape, onde você se compromete a viver com aquela pessoa independente do que aconteça...
Quer uma prova real desse tipo de amor, pois aí vai, essa história um amigo meu da igreja enviou pra mim por e-mail, quero desde já agradecer o Deyvid pelo e-mail...

Seu Antônio e dona Maria não tinham filhos e moravam sozinhos
numa casa muito humilde de madeira. Mas viviam tranqüilos e felizes, pois se amavam muito.
Certo dia, aconteceu um grave acidente com dona Maria. Ela estava fazendo suas tarefas em casa, quando a cozinha começou a pegar fogo.
O incêndio causou graves queimaduras em várias partes do corpo de dona Maria . Seu Antônio foi socorrê-la e também se queimou. Porém suas queimaduras foram leves.
Os dois foram levados para o hospital mais próximo.
Após algum tempo, seu Antônio, que foi menos atingido pelo fogo, saiu da UTI e foi ver dona Maria, que ainda estava sobre tratamento intensivo.
Dona Maria estava lúcida, e sabendo que foi muito queimada, perdeu a vontade de continuar vivendo, pois não queria viver toda deformada, já que as chamas atingiram muito o seu rosto.
Seu Antônio chegou bem perto de dona Maria, pegou a mão dela, mas ficou calado. Dona Maria, porém, perguntou carinhosamente:
- Tudo bem com você, meu amor?
Seu Antônio respondeu:
- Sim. Pena que o fogo atingiu meus olhos e eu não posso mais enxergar. Mas fique tranqüila, minha querida, porque a sua beleza está gravada em meu coração para sempre.
Dona Maria, emocionada, falou para o marido:
- Deus vendo tudo o que aconteceu, meu amor, o deixou sem visão
para que você não visse a minha deformidade. O fogo queimou todo o meu rosto e fiquei parecendo um monstro.
O tempo passou. Seu Antônio e dona Maria voltaram para casa, onde ela fazia tudo para ele, e sempre lhe dizia:
- Antônio, querido, como eu te amo!
E, assim viveram vinte anos até que dona Maria morreu.
No dia do enterro de dona Maria, quando todos se despediam, seu Antônio, tirou os óculos escuros e largou a bengala que tinha usado por tantos anos. Chegou bem perto do caixão, deu um beijo no rosto de dona Maria, ficou acariciando sua pele deformada pelas queimaduras, e disse com todo a sua paixão:
Maria, meu amor, como você é linda! Eu te amo muito!
Ao ver aquela cena, um amigo de seu Antônio, que estava do lado dele, perguntou:
Antônio, meu amigo, é um milagre? Você voltou a enxergar?
Seu Antônio olhou bem nos olhos daquele amigo e respondeu:
Eu nunca estive cego, apenas fingia para minha amada esposa.
Quando a vi toda queimada, sabia que seria difícil para ela continuar vivendo daquela maneira. E assim, resolvi fazer de conta que estava cego para que ela continuasse feliz ao meu lado. E fomos vivendo felizes até hoje. Foram mais vinte anos de felicidade e amor!

O autor é desconhecido mas a historia é emocionante.
O verdadeiro amor é assim. Ele ultrapassa barreiras. Ele compartilha todos os momentos. Ele entende a situação do outro, o amor mantem a unidade,  belo exemplo deste casal, afinal quando eles casaram se comprometeram a serem uma só carne,  prometeram estarem juntos nas situações alegres e difíceis.

Infelizmente muitos fazem juras de amor, mas na verdade pensam “eu te amo” enquanto você tiver assim, bonita, sem rugas, esbelta “ te amo”. Enquanto você continuar musculoso, enquanto não fica careca. “Nos amamos” enquanto tudo tiver bem, enquanto as dificuldades financeiras não vierem, enquanto tivermos saúde  e enquanto tivermos compatibilidade de gênios.
Princesas analisem as características do amor, se as possuírem saibam que verdadeiramente poderão dizer que amam alguém.
Orem e peça a Deus que as ensinem a amar com o amor ágape, o amor ágape não é apenas um sentimento baseado na escolha do seu coração, pelo contrário, é algo racional, onde você escolhe ficar com aquela pessoa independente das circunstâncias, e está disposto a tudo pelo bem daquela pessoa, assim como Cristo fez por Sua noiva, que entregou a própria vida pra que pudéssemos viver como Ele morreu, dispostos a pagar o preço...
Infelizmente sei que cada dia que passar, as pessoas irão banalizar ainda mais o amor, usando-o como motivo pra cometer crimes horríveis, pra fazer coisas inconsequentes e quando divorciam usam a famosa frase de que o amor acabou... Sendo que a bíblia deixa bem claro que amor não suspeita mal, que amor tudo suporta, tudo tolera e que o amor nunca acaba... A verdade é que o mundo não conhece o verdadeiro amor, apenas nós que temos o privilegio de conhecer a Jesus podemos conhecer a essência do verdadeiro amor, pois Deus é o Amor!!!
Então não percam tempo, pratiquem o amor ágape com todos que estiverem ao seu redor... e peçam pra Deus ensiná-las a amar...
Deus, pelo seu infinito e incomparável amor, sofreu e sofre por todos nós. A grande prova do seu amor está na morte do seu filho Jesus. Para compartilhar a sua Vida com a nossa.
Bom Princesas de Deus, aqui encerro meu post, espero de coração que vocês tenham gostado..

BjoO
Shalom Yeshua...
Bruna Porto

Carta de Deus aos Solteiros