quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Resgatando a Feminilidade...


Olá princesas do Senhor a paz de Cristo...


Bom meninas hoje o post é sobre feminilidade, vou contar pra vocês o que me levou a falar sobre o assunto...


Há uns meses atrás eu comprei um anel super fofo e fui com ele pra igreja, até então eu não tinha o hábito de usar anel. Bom quando acabou o culto eu estava conversando com um grande amigo meu na frente da igreja e ele elogiou o meu bom gosto para escolher o anel e ele disse que o anel me deixava mais feminina, foi então que ele fez um desabafo que nunca esquecerei, ele disse que estava triste pois as moças de hoje não são tão femininas como antes e que ele está cansado de ver moças se comportando como rapazes, que se vestiam de maneira mais masculina, que se comportavam assim com relação a tudo, não gostavam de ouvir sobre fragilidade e o que ele não suportava era o fato de ver meninas super atiradas dando em cima de rapazes dentro da igreja.


Meninas olhei pra ele com um olhar de espanto, pois até então eu nunca o ouvi falar sobre isso, claro que não pude deixar de concordar com ele de fato ele estava certo.


Bom, há umas semanas atrás tenho lido e ouvido as mesmas reclamações por parte dos rapazes, alguns da minha igreja, outros amigos meus, outros de blogs e assim vai. Comecei a pensar então, se mais rapazes estão falando da mesma coisa é que nós mulheres estamos realmente nos comportando assim, é por isso que estou aqui hoje, para falar sobre ser feminina.


Bom meninas ser feminina tem tudo a ver com a proposta do blog, já que sempre falamos de romance, o fato é que nenhum rapaz que uma mulher macho pra casar, eu pelo menos não conheço nenhum.


Uma vez eu li uma frase que eu trouxe como lema pra minha vida, um homem só é homem de verdade na frente de uma mulher que é mulher de verdade. 
Pensei comigo, o que é ser mulher de verdade, o que a mulher deve ter para ser mulher de verdade?
Que tal irmos até gêneses pra descobrirmos? Então abram as suas bíblias em Gêneses 2:18:
E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só: far-lhe-ei uma ADJUTORA que esteja como diante dele.
Adjutora, esse é o papel da mulher e pra quem não sabe o significado aí vai... Significa auxiliadora, ajudadora, apoiadora.... aquela que vai estar ao meu lado em todas as situações me apoiando em todos os momentos.


O papel da mulher é o de ajudar, estar sempre perto, ser submissa ao seu esposo mas, pra isso não devemos nos comportar como homens, tem mulheres que se ofendem por serem consideradas o sexo frágil, se ofendem quando ouvem que é dever da mulher cuidar da casa e dos filhos e quando dizem que ela deve ser submissa ao esposo age com total ironia e descaso. O fato é que tudo isso é verdade, somos sim o sexo frágil, é sim o nosso dever cuidar da casa e dos filhos, claro que com o estilo de vida de hoje onde a mulher é também uma profissional, ela precisa de uma ajuda do marido com as tarefas do lar, mas é dever dela manter tudo em ordem e não o contrário e sim, devemos ser submissas aos nossos maridos, mesmo a maioria das leitoras do blog serem solteiras, não é cedo pra aprender esse princípio.


Meninas parem de querer ser como homens, de se matar pra abrir o pote de conservas só pra não ter que pedir ajuda a um rapaz e se passar por fraca ou frágil...


Não precisamos disso, Deus nos fez assim com um propósito, Ele nos fez assim pois sabia que seria melhor pra suportar a dor de um parto, nos fez assim pois sabia que seria saudável para nossos filhos ter alguém sensível pra ensiná-los a serem pessoas dignas, Ele nos fez assim pois sabia que seria melhor pra manter um relacionamento entre um homem e uma mulher, Deus não faz nada sem propósito, então deixem de serem bobas e sejam femininas, mostre a sua fragilidade, mostre que você é sensível, não se envergonhe por chorar quando vê uma cena fofa de um filme de romance, ou por gostar de flores, sejam assim, sabe porque, o papel de um homem é de prover e proteger, um homem nasceu pra ser o protetor da família mas com tantas mulheres bancando as pugilistas de mão cheia eles se sentem incapacitados de cumprir com esse objetivo, foi por isso que eu escrevi que um homem só é homem de verdade na frente de uma mulher que é mulher de verdade.

Vivemos reclamando que os homens de hoje em dia são grossos e insensíveis, mas e nós, será que somos como eles gostariam que fôssemos, se nos comportarmos sem tentar esconder a nossa natureza eles também irão mostrar a verdadeira natureza deles, se nos mostrarmos frágeis eles se mostrarão protetores, se nos mostrarmos sensíveis eles se mostrarão cuidadosos e assim vai...


Querem um exemplo prático? Pois aí vai...


No começo do ano passado eu fui junto com os jovens a um retiro da igreja no interior de São Paulo, perto da entrada do sítio tinha um morrinho, mas o ônibus não podia subir por causa do peso e também porque havia chovido e ele poderia atolar, então cada um teve que que pegar a sua bagagem e subir o morro a pé até o sítio onde seria o retiro. Bom eu como toda mulher que se preza, estava levando comigo quase todo o meu guarda roupas, e estava muito pesado, um amigo meu não estava com muita bagagem pois os pais dele morava na cidade onde estávamos e a mãe dele ia levar algumas roupas pra ele, eu comecei a subir o morro e estava esperando ele se oferecer pra me ajudar, esperei em vão, ele não se ofereceu, até que uma amiga minha vendo o tanto de coisas que eu carregava pediu pra que ele me ajudasse, ele não gostou muito da ideia mas vencido por tantas mulheres que reclamaram com ele, veio e me ajudou. Na hora pensei que ele era um perfeito ogro nenhum pouco cavalheiro, e fiquei um pouco chateada com toda a situação.
Passado muitos meses depois reunimos alguns amigos para irmos pra casa da mãe desse rapaz de quem estou falando, muita coisa havia acontecido desde a experiência do retiro, eu havia me tornado uma moça mais feminina, coisa que eu não era muito, eu era o tipo de garota que não mostrava fragilidade, queria resolver tudo sozinha sem a ajuda de ninguém, só que depois do retiro Deus foi me ensinando a ser mais feminina, foi me ensinando a maneira certa de me comportar, agora as minhas fragilidades estavam mais em evidencia e isso era notório, minha mudança de comportamento e amadurecimento era notório pois eu dentro da igreja sempre estive em evidencia por fazer parte do ministério de louvor e agora também era líder de jovens. Ninguém podia negar que eu havia mudado.
Bom como eu dizia eu e alguns amigos da igreja íamos para a casa dos pais desse amigo meu, (na época eu já tinha o blog), nós iríamos pegar o trem e depois o metrô pra chegar no terminal rodoviário do Tiête, quando estávamos na estação de trem ainda, eu fui a última a pagar a passagem e logo fui a última a passar pela catraca, pra meu azar o trem estava chegando na plataforma e eu ainda precisava descer as escadas pra poder embarcar, pior é que eu estava com uma mala pesada (como sempre) e não conseguia levantá-la pra passar pela catraca, então esse mesmo amigo me viu e sem que ninguém falasse nada ele veio até mim e pegou a minha mala me ajudando a passar pela catraca e depois desceu as escadas correndo com a minha mala sem que eu precisasse carregá-la pra que ambos entrássemos no trem.
Dá pra acreditar, aquele rapaz que uns meses atrás tinha reclamado de carregar uma bolsa minha, agora sem que ninguém pedisse me ajudou com uma mala muito mais pesada e sem reclamar, o que havia mudado?
A resposta é muito simples, eu havia mudado, antes ele não queria levar pois eu demonstrava ser capaz de fazer isso sem a ajuda de ninguém, no retiro a bolsa estava pesada mas eu não pedi ajuda muito menos mostrei que precisava, me fazia de forte, mas agora viajando de novo mostrei que estava com dificuldades, mostrei a minha fragilidade, antes esse amigo meu não quis me ajudar pois o meu comportamento inibia o dele, como ele se sentiria cavalheiro perto de uma moça que não demonstrava precisar dele? Agora era diferente, ao mostrar a minha fragilidade a natureza protetora e cavalheiresca do meu amigo falou mais alto e ele veio me ajudar.


Entenderam meninas o que quero dizer, ao me comportar como um legítima mulher meu amigo se comportou como um homem e mostrou pra mim o cavalheiro que ele era e que eu não conhecia por causa do meu próprio comportamento... E ele continua assim, sempre é um cavalheiro comigo... (valeu migooo).


Por isso hoje quero encorajá-las a se comportarem com mais feminilidade, não se inibam pra se mostrar totalmente independentes, seja femininas... Simples...


Há mais uma coisa, vamos parar com esse negócio de ficar dando em cima de rapazes ok, não tem coisa mais feia ver uma moça se oferecendo pra um rapaz, é ridículo de verdade...


Quem deve vir ao nosso encontro são eles e não o contrário. 
Quando eu era mais nova, minha avó dizia que antigamente era o cachorro que corria atrás da salsicha e agora é a salsicha que corre atrás do cachorro.
Essa frase parece até irônica mas é a mais pura verdade, antes eram os rapazes que iam até a moça de seu interesse propor a ela um namoro com propósito de casamento, hoje são as moças que correm atrás dos rapazes pra tentar um relacionamento com propósito de satisfazer o seu egoísmo e vontade da carne...


Tá na hora das coisas voltarem a ser como eram antigamente, como querem ser respeitadas se não se dão ao respeito?
Pensem nisso...


Bom meninas é isso...


Não deixem de comentar ok, gosto muito de saber a opinião de vocês....


Deus abençõe vocês...


bjoO


Shalom Yeshua


Bruna Porto

Carta de Deus aos Solteiros