terça-feira, 9 de novembro de 2010

Namastê



Paz de Cristo Princesas....

Hoje vim contar uma história que mudou a minha perspectiva de cristã, mas antes de contá-la eu gostaria de dar ênfase ao assunto missões...

Nós Princesas representamos o Reino de Deus aqui na terra, aliás, isso é dever de todo cristão, as pessoas precisam entender o Reino de Deus através de nós... Mas uma coisa muito importante e pela qual devemos orar todos os dias é por missões, sem dúvidas de que missões está no coração de Deus e é MARAVILHOSO se envolver com esse ministério, eu mesmo faço parte do ministério de Intercessão por Missões para a glória de Deus, e sei o quanto é gratificante orar por missionários e pelas igrejas, principalmente a perseguida. Existe o site do Missões Portas Abertas (http://www.portasabertas.org.br/) que trabalha só com a igreja perseguida eu sempre entro e recomendo, existem trabalhos bem legais pra nós nos envolvermos. Mas não é só isso, existem blogs, vlogs que também falam sobre missões, um deles é o Vlog Truth Faith Love (http://truthfaithlove.wordpress.com/) por Francine Veríssimo, onde ela fala sobre esse assunto de uma maneira simples e jovial...

Bom agora vamos a história que eu vim contar...
Nesse sábado passado teve culto de missões na minha igreja e foi muito bom e edificante, quem ministrou a palavra foi o pastor Antônio Cláudio que trabalha no campo da Índia e ele contou uma história que me trouxe as lágrimas e me fez repensar a maneira como tenho vivido...
Aí vai a história....

Na Índia existem muitas famílias que vivem abaixo da linha da pobreza, e isso resultou em famílias completamente destruídas e sem amor. Lá existem muitos mendigos e geralmente eles roubam pra ter algum dinheiro...
A nossa história se inicia com um missionário que andava pelas ruas de Nova Deli, derrepente em sua frente pulou um mendigo trazendo consigo seu filho que estava amarrado pelo pescoço por uma corda e o mendigo trazia na outra mão uma corda com pedaços de ossos quebrados, isso servia como arma de tortura, o mendigo dizia que se o missionário não lhe desse algum dinheiro, que ele bateria em seu filho com aquela corda até o garoto morrer, desesperado o missionário tirou tudo o que tinha e deu ao mendigo, em seguida o mendigo saiu correndo e deixou seu filho aos pés do missionário, talvez seja porque fujir sem o garoto era mais fácil. Agora o missionário se achava numa situação complicada, um menino todo machucado ali aos pés dele e ele não sabia o que fazer, foi então que o missionário avistou uma farmácia e resolveu ir até lá ver se encontrava algum remédio para as feridas do garoto. Ao chegar na farmácia, enquanto o farmacêutico dava ao menino um remédio ele conversava com o missionário dizendo que aquela situação não era incomum, pelo contrário, muitos mendigo fazem filhos só com o propósito de ganhar dinheiro com eles, eles nem nome colocam nas crianças, e se o pai deixou o filho era porque o menino era muito velho pra conseguir muito dinheiro e que provavelmente aquele mendigo tinha mais filhos menores em casa, pois esse meninos menores davam mais dinheiro, quando não se tinha crianças menores, ou pra que um garoto mais velho pudesse dar mais dinheiro os pais faziam uma coisa horrível, eles pegavam ácido e colocavam nos olhos do menino pra ele ficar cego, assim as pessoas se compadeciam e davam dinheiro.
Nesse momento enquanto o pastor falava eu ficava com o coração apertado em ouvir essa história, é chocante saber que crianças são tratadas como mercadoria pra ganhar dinheiro pior ainda saber que elas passam por essa violência terrível de receber ácido nos olhos só pra ficar cego e ganhar mais dinheiro.
Bom, o missionário levou aquela criança até um abrigo da minha igreja que existe lá na Índia, e lá a criança começou a ser educada, a aprender a bíblia e ele era muito humilde, sempre que alguém chegava perto dele, ele se abaixava e se curvava aos pés da pessoa como forma de agradecimento...
Por causa desse ato que o menino fazia lhe deram o nome de Namastê que significa: eu me prostro aos seus pés, e essa palavra é o nosso OI aqui no Brasil, as pessoas se cumprimentam dizendo namastê.
Bom, esse menino foi muito bem educado, aprendeu sobre a bíblia e se converteu ao cristianismo.
Bom, saber disso foi um alívio pra mim, descobrir que essa garoto teve a chance de ter uma vida melhor, mal sabia eu que ainda tinha muitas coisas pra acontecer.
Um dia Namastê passou a tarde inteira sentado na escada do abrigo olhando para a estrada que fica na frente do abrigo, até que no outro dia pela manhã descobriram que Namastê não estava mais no abrigo, procuraram por ele em todo o lugar, mas nada do pequeno garoto. Todos ficaram preocupados sem saber pra onde ele foi, achavam que ele tinha fujido. Até que perto do por do sol Namastê voltou, trazendo consigo uma criança menor que ele e atrás deles vinham um homem, o pai de Namastê.
Eu logo pensei comigo, "que bom, Namastê ganhou o pai dele pra Jesus", doce ilusão da minha parte.
A responsável por Namastê foi correndo até ele e o abraçou e então Namastê apresentou a ela o seu irmãozinho que também não tinha nome. Namastê disse que estava levando seu irmãozinho pra morar lá no abrigo no lugar dele, pois ele voltaria com o pai dele pra ficar no lugar do irmãozinho.
Nessa hora eu comecei a chorar imaginando o final dessa história.
A mulher ficou apreensiva ela não poderia deixar Namastê ir embora, mas o pai dos meninos não deixaria os dois ficarem. Então a mulher perguntou para Namastê em como o pai tinha aceitado trocar o filho menor por Namastê, já que as crianças menores davam mais dinheiro?
Foi aí que ela ouviu uma resposta que não desejaria ouvir, Namastê disse que havia combinado com o pai que se o pai deixasse o irmãozinho dele ir para o abrigo que Namastê aceitaria receber nos olhos o ácido pra ficar cego, tudo pra que o irmãozinho dele pudesse ter a chance de uma vida melhor, na hora a responsável começou a chorar, mas ela não podia fazer nada, apenas aceitar.
Nessa hora quando o pastor falou da proposta de Namastê, eu e todos os meu amigos que estavam no mesmo banco que eu começamos a chorar, era desesperador saber daquilo e não poder fazer nada pra mudar o rumo daquela historia, Namastê aceitou ficar cego tudo pra que o irmãozinho dele pudesse ter uma vida melhor, eu me senti desprezível, olhei pra dentro de mim e falei com Deus, "Deus eu não sou cristã de verdade", diante do ato desse menino que não mediu esforços pra ver a vida do irmão ser salva, me senti péssima em saber que tenho feito muito pouco pra mudar as vidas que estão ao meu redor.
Namastê olhou pra seu irmão e disse: "Vá com ela, aqui você vai aprender a ser alguém na vida, terá uma nova oportunidade de ser feliz e irá conhecer uma pessoa que mudará a sua vida, assim como mudou a minha, essa pessoa é Jesus, você ouvirá falar nEle e saberá que será feliz."
Então Namastê se virou e foi embora com seu pai, desde então ele nunca mais foi visto por ninguém, seu irmão também recebeu um nome e esse nome foi em homenagem ao Namastê, deram o nome de True Christian se significa verdadeiro cristão. Assim True Christian recebeu aprendizado e também conheceu a Jesus e se converteu ao cristianismo e teve a vida transformada graças ao ato altruísta de Namastê.
Essa história mexeu muito comigo, me fez repensar toda a minha caminhada cristã e o que eu poderia fazer pra mudar as vidas ao meu redor.

Assim como Namastê, devemos sempre ajudar as pessoas ao nosso redor, não importando o preço a ser pago pra que uma vida seja salva, saiba que cada alma tem um valor muito alto, o valor do sangue de Cristo, e a maneira como vivemos deve trazer vida aos que estão em morte espiritual.
Sempre ore pra que Deus lhe ajude a ajudar outras pessoas, saiba que através de suas orações muitas vidas poderão ser alcançadas pelo evangelho de salvação.

Eu espero de coração que vocês tenham sido impactadas por essa história assim como eu tenho sido a cada dia e ore muito pela Índia, a televisão tenta passar a imagem de um país lindo, cheio de contraste e um nível espiritual muito elevado, mas a verdadeira Índia é bem diferente, cheio de pessoas aprisionadas por seus "deuses" vivendo em grande miséria e infelicidade.
Se vocês quiserem entender melhor esse país leiam o livro do pastor Antônio Cláudio "Índia uma história de compaixão"  na capa traz a foto de True Christian com uma bola do lado, é um livro muito bom, eu comecei a ler e a compreender melhor o campo missionário da Índia, também tem um filme bem legal e traz a tona a realidade que as novelas tentam esconder, o filme "Quem quer ser um milionário" é muito bom, eu recomendo.

Bom Princesas é isso, não deixem de comentar....

Shalom Yeshua e Namastê....



Bruna Porto 

3 comentários:

  1. Oi tem selinho para você no meu blog...♥

    ResponderExcluir
  2. Olá querida já estou seguindo o seu blog por favor segui e visita o meu criei ele hoje espero que voçe goste e para garotas evangélicas http://operfildetodacrista.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Valeu Francesca pelo selinho...

    Já estou seguindo Fernanda...

    bjoO

    Shalom Yeshua!!!

    ResponderExcluir

Olá Princesa...
Obrigado pelo comentário que Deus continue te abençoando!

Palavrões e xingamentos não serão publicados no blog...

P.S: responderei aos comentários aqui no Princesa da Pureza ok...
bjoO
Shalom Yeshua...

Carta de Deus aos Solteiros